Golfinhos roazes

Os roazes são uma das nossas 4 espécies de cetáceos residentes nos Açores. É por isso que conseguimos avistar estes golfinhos durante todo o ano. São animais bastante sociais e vivem em grupos que podem ser constituídos por algumas dezenas de indivíduos até centenas!

IMG_7204

São uma das maiores espécies de golfinhos. Os machos adultos podem atingir os 4 metros de comprimento e chegar a pesar entre os 500kg e os 600kg de peso.

Eles são cinzentos no corpo mas a sua parte ventral é branca mas pode se tornar cor de rosa na época de acasalamento.

É uma das espécies mais conhecidas de golfinho. No famoso filme “Flipper” o protagonista é um roaz. Também é, infelizmente, a espécie mais comum de ver nos jardins zoológicos de todo o mundo uma vez que é um animal muito inteligente e de aprendizagem bastante rápida.

As fêmeas são sexualmente maturas entre os 6-12 anos de idade e os machos entre os 10-12 anos. O período da gestação são 12 meses tendo uma cria de cada vez.

IMG_0513

Estes animais pertencem ao grupo dos cetáceos dentados e a sua alimentação consiste principalmente em diferentes espécies de peixes, mas também podem alimentar-se de lulas e crustáceos. Para capturar as suas presas eles usam a ecolocalização, que é como um sonar natural.

Eles emitem uma serie de “clicks” através de um órgão que eles têm na cabeça. De seguida eles amplificam e dirigem esses “clicks” com o melão, que é uma acumulação de gordura que eles têm na cabeça. Quando o som bate num objecto dentro de água, volta para eles em forma de eco. Eles captam esse eco com a mandíbula inferior e mandam essa informação para o ouvido interno. Assim conseguem determinar a localização e o tamanho das suas presas. Este sistema é tão preciso que eles ainda conseguem perceber a textura dos objectos debaixo de água.

Além de usar a ecolocalização quando caçam, eles também trabalham em grupo para caçar. Quando apanham uma bola de peixe, eles rodeiam a bola de peixe e trazem-na para perto da superfície e assim é mais fácil para eles apanharem o peixe.

Os roazes não só usam o som para os ajudar a caçar, mas também para comunicar com outros animais da mesma espécie. Além disso, eles usam o corpo para comunicarem, produzindo saltos e batendo com a cauda contra a água.

IMG_0494

Dentro da mesma espécie é possível distinguir-se 2 populações: a costeira, são mais pequenos e com as barbatanas mais compridas, e a população oceânica, são maiores.

Não são grandes mergulhadores podendo mergulhar habitualmente durante 3-4 min mas podendo ficar baixo da água mais de 12 min.

As populações de roazes encontram diversas ameaças à sua existência, como por exemplo a captura acidental. Para além disso, ameaças como a poluição e a degradação dos seus habitats são de grande preocupação também.

received_2002161206549107

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

pt_PT